Pampulha e Mangabeiras - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Pampulha e Mangabeiras

Brasil, Minas Gerais, Belo Horizonte

As luzes de Belo Horizonte - MG vistas do Mirante das Mangabeiras

As luzes de Belo Horizonte - MG vistas do Mirante das Mangabeiras


Após uma manhã de surf e trabalho na internet, levei a Ana para almoçar num dos mais famosos restaurantes de comida mineira, o "Dona Lucinha". Comida saborosa e bem "magra", hehehe. Uma cachaça que desceu como vinho ajudou a lubrificar a garganta antes do tutu, linguiça, couve e outras iguarias mineiras.

Aperitivo com cachaça, linguiça e pão de queijo no Dona Lucinha, em Belo Horizonte - MG

Aperitivo com cachaça, linguiça e pão de queijo no Dona Lucinha, em Belo Horizonte - MG


Para ajudar a digestão, caminhamos para a Praça da Liberdade para visitar um dos centros culturais da praça, o da TIM, ainda em fase de testes. Num futuro próximo, serão vários centros culturais, tornando a Praça da Liberdade uma referência de cultura no Brasil. Todos esses centros culturais ocuparão antigas secretarias de Estado em prédios históricos. Ponto positivo para a capital mineira para felicidade dos belorizontinos.

Crianças no Espaço TIM, em Belo Horizonte - MG

Crianças no Espaço TIM, em Belo Horizonte - MG


No Espaço TIM, entre várias exposições e assuntos, o que mais me chamou a atenção foi acompanhar a visita de crianças ao prédio. Meninos e meninas de sete anos, curiosidade em seu ponto máximo, vendo o planetário, exposições sobre línguagens, sobre a superpopulação da Terra e sobre o consumo de água. Muito divertido acompanhar suas perguntas e, mais ainda, suas respostas às indagações dos professores.

O Mineirão e o Mineirinho, em Belo Horizonte - MG

O Mineirão e o Mineirinho, em Belo Horizonte - MG


De lá, agora de carro, para a Pampulha e a igrejinha de São Francisco, de Portinari, Niemeyer, Burle Marx e JK. Nossa... que grupo! De novo, reminiscências da infância quando, com 10 anos, estudando BH na saula de aula, sentia-me orgulhoso de tanta gente importante envolvida na construção da minha cidade. A lagoa está bem mais limpa que no meu tempo. Num final de tarde em um dia ensolarado, Mineirão e Mineirinho ao fundo, aos olhos de um saudoso ex e eterno habitante da cidade, fica muito bonita. Ainda mais com a Ana posando para fotos.

Lagoa da Pampulha em Belo Horizonte - MG

Lagoa da Pampulha em Belo Horizonte - MG


Finalmente, pé na tábua para a Praça do Papa (lá se vão 30 anos!) e Mirante das Mangabeiras, acompanhar o pôr-do-sol e as luzes cintilantes da cidade no início da noite, num dos mais belos visuais de Belo Horizonte. Aliás, não é à tôa que a cidade tem esse nome.

Praça do Papa, nas Mangabeiras, em Belo Horizonte - MG

Praça do Papa, nas Mangabeiras, em Belo Horizonte - MG


De noite fomos a um aniversário. Era da Carol, que mora com a Karina que é a irmã do Dudu, que conhecemos por 30 min em Diamantina. Ele estava na mesma pousada que a gente, perguntou-nos sobre a Fiona, soube da viagem, conversa vai, conversa vem, nos deu o telefone de sua irmã em BH. Entramos em contato com ela que nos chamou para ir no aniversário da Carol, que mora com ela. Assim são os mineiros... calorosos e hospitaleiros.

Final de tarde em Belo Horizonte - MG

Final de tarde em Belo Horizonte - MG


No aniversário, eu, a Ana, a Carol, a Karina e outras cinco meninas. Ouvindo a conversa entre elas, nas diversas conversas paralelas, para mim era música aos ouvidos. Refiro-me ao sotaque, tão gostoso de ouvir e tão igual aos e-mails que às vezes recebo, mostrando a conversa entre mineiros. Aquela coisa de palavras juntadas, últimas sílabas comidas e muitas palavras no diminutivo. Incrível como os tais emails não são exagerados. Outra coisa engraçada, ou na verdade triste para mim é como, em outros estados, logo me reconhecem como mineiro, por causa do sotaque, mas aqui, ao contrário, me tomam como paulista ou qualquer outra coisa, mas não mineiro. Enfim, quase trinta anos de exílio me tornaram apátrida. Gosto de pensar que tenho um sotaque meio Jornal Nacional, sem sotaque. Mas, lá no fundo, queria era estar falando "uai", "sô" e "trem". Quem sabe com um pouco de treino?

A Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte - MG

A Igreja da Pampulha, em Belo Horizonte - MG

Brasil, Minas Gerais, Belo Horizonte,

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Boteco tradicional no Mercado Municipal de Belo Horizonte - MG

Passeando em BH

Post seguinte Partida do nosso hotel em BH - MG.

Resolvendo Pendências

Blog da Ana Reflexos no vidro da Igreja da Pampulha em Belo Horizonte - MG

Arte em BH

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/10/2012 | 13:35 por cristina

    Rodrigo você tem todas as razões do mundo pelos seus comentarios, Belorizonte é simplesmente uma das maravilhas do mundo deveria está dentro de uma delas. Esse mes eu e minha filha Selen passamos dias maravilhosos nesse paraizo chamado minas gerais.

    Resposta:
    Oi Cristina

    Sou meio suspeito para falar sobre isso, pois nasci e cresci em BH. Eu simplesmente adoro a cidade e ainda mais o estado, seu povo, cultura, comida e belezas naturais

    Minas gerais, quem te conhece não esquece jamais!

    Abs

  • 26/08/2010 | 15:51 por Janaina Pasternack

    Nossa Rodrigo como Belo Horizonte é linda com essa vista ao anoitecer tantas luzes refletindo aos nossos olhos e mostrando a beleza que os moradores tem da sua própria cidade,se puder um dia conhecerei um abraço!

    Resposta:
    Olá Janaina
    Já estava ficando com saudades dos seus comentários!
    Belô é muito linda sim e merece ser visitada!
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet